3º SPC

1a CHAMADA DE TRABALHOS

III Simpósio de Pesquisa em Computação (III SPC)

https://sites.google.com/view/spc2018
========================================

Este simpósio será realizado paralelamente à XIII Semana de Computação do IFG – Câmpus Jataí (SECOMP) em Jataí-Goiás, com o objetivo de ser um fórum onde pesquisadores possam compartilhar experiências e resultados de pesquisa sobre temas relacionados à Computação e Educação (não limitados a esses). Os artigos poderão ser submetidos para avaliação em dois formatos: Artigo Completo (8 a 10 páginas, relatando preferencialmente pesquisas já concluídas) e Resumo Expandido (3 a 4 páginas, relatando preferencialmente pesquisas em andamento e/ou com resultados parciais). Os artigos deverão estar associados a uma das três trilhas: Trilha 1 – Computação e TecnologiasTrilha 2 – Educação e Tecnologias – Aspectos Educacionais ou Trilha 3 – Tecnologias e Educação– Aspectos Tecnológicos.

Trilha 1 – Computação e Tecnologias

– Algoritmos (Teoria e Aplicações);

– Análise e Desenvolvimento de Software (Desenvolvimento em/para plataformas DesktopWeb e Mobile);

– Bancos de Dados (Teoria e Aplicações);

– Computação (Computação intensiva de dados – Big Data, Análise e mineração de dados, Computação na nuvem, na névoa e orientada a serviços; Computação móvel; Computação ubíqua, pervasiva e sensível ao contexto; etc.);

– Inteligência Artificial (Teoria e Aplicações);

– Internet (Teoria e Aplicações: Internet das coisas, Internet do futuro, Internet tátil, Serviços web, etc.);

– Redes de Computadores (Teoria e Aplicações em redes; Arquitetura e caracterização de redes e serviços; Gerenciamento, operação, projeto e análise de redes, etc.);

– Segurança (Teoria e Aplicações: Detecção e prevenção de anomalias e ataques, Segurança em redes e sistemas distribuídos, etc.);

– Sistemas distribuídos (autonômicos, multimídia, de tempo real; Sistemas operacionais distribuídos, etc.).

Trilha 2 – Educação e Tecnologias – Aspectos Educacionais

– Aprendizagem por meio de/para o uso de TDICs – foco no estudante e/ou na aprendizagem (aspectos relacionados ao ensino e aprendizagem, construção do conhecimento, perfil e necessidades formativas do estudante, etc.);

– Docência, formação e atuação por meio de/para o uso de TDICs – foco no educador e no ensino (aspectos teóricos e/ou práticos em torno da formação/aprendizagem e do desenvolvimento profissional da docência, etc.);

– Materiais didáticos – foco nos meios de ensino-aprendizagem e de suporte a informações e conhecimentos (organização de conteúdos para ensino-aprendizagem, concepção e produção de diferentes tipos de materiais didáticos, mídias e suportes tecnológicos, uso e reúso de recursos educacionais abertos, objetos de aprendizagem, jogos, tecnologias assistivas, etc.);

– Gestão por meio de/para o uso de TDIC – foco em aspectos macroscópicos (políticas públicas, concepção, planejamento e execução de projetos educacionais, permanência do estudante, redução da evasão, institucionalização da EaD, etc.)

– Pesquisa, epistemologia e produção de conhecimento no contexto da Educação e Tecnologias – foco na constituição e fundamentação teórica da área (Levantamento do estado da arte, survey, revisão sistemática, mapeamento sistemático, aspectos da qualidade da produção científica da área, estratégias de pesquisa, métodos e metodologias, temas emergentes da área, constituição de redes colaborativas de produção e disseminação de conhecimento, etc.).

Trilha 3 – Tecnologias e Educação– Aspectos Tecnológicos

– Levantamento do estado da arte (survey, revisão sistemática, mapeamento sistemático a respeito de tecnologias aplicadas à Educação);

– Aspectos Teóricos, Metodológicos e Tecnológicos na construção de Softwares para Ensino/Aprendizagem (plataformas, arquiteturas, dispositivos móveis, Objetos Digitais de Aprendizagem, Ambientes de autoria para objetos de aprendizagem, etc.);

– Jogos, simulação, gamificação, robótica, realidade virtual e mundos virtuais para promoção da aprendizagem (Realidade virtual e aumentada na Educação, Gamificação aplicada a educação, Robótica Educacional, Jogos sérios aplicados ao ensino/aprendizagem, etc.);

– Inteligência em Ambientes e Sistemas Computacionais para promoção da aprendizagem (Inteligência Artificial, Sistemas Tutores Inteligentes, Web Semântica, Mineração de Dados)

– Ambientes Computacionais para Apoio à Cooperação/Colaboração em processos de ensino/aprendizagem (Blogs, wikis, vídeo/audio-casts no contexto de ensino/aprendizagem, Sistemas para coordenação de atividades de ensino/aprendizagem, Comunidades virtuais no ensino/aprendizagem, Sistemas de suporte à avaliação colaborativa do ensino/aprendizagem, Sistemas de recomendação para apoiar o ensino/aprendizagem, etc.).

Submissão de Trabalhos

Os trabalhos para o III SPC deverão ser submetidos apenas em mídia digital em formato Portable Document Format (PDF) pela Web utilizando o sistema EasyChair por meio do endereço: https://easychair.org/conferences/?conf=spc2018.

Todas as submissões devem obrigatoriamente seguir o modelo para publicação
de artigos da SBC.

Alguns aspectos adicionais devem ser observados:

– Os trabalhos submetidos não devem ter sido publicados
anteriormente e nem estarem em processo de avaliação ou edição para
publicação em outro evento e/ou periódico;

– Cada trabalho (Artigo Completo ou Resumo Expandido) deverá ser submetido para apenas uma trilha. Os trabalhos que forem submetidos para mais de uma trilha serão rejeitados.

– Serão aceitos trabalhos em Português, Inglês ou Espanhol;

 – As submissões que não estiverem finalizadas (com os dados
solicitados pela plataforma EasyChair e com o arquivo do trabalho em formato PDF correspondente devidamente carregado, segundo as regras estabelecidas), serão rejeitadas;

– Na folha de rosto do trabalho submetido, em qualquer uma das trilhas, não
deverá constar identificação dos autores. Os trabalhos também não devem conter informações no texto que permitam inferir sua autoria. Os artigos que
permitirem identificação de autoria serão rejeitados. As informações de autoria deverão ser fornecidas exclusivamente na submissão pelo sistema EasyChair.

Para evitar identificação, sugere-se evitar a menção direta a nomes pessoais (professores, alunos, escolas, municípios, etc.), trocando-os por
identificadores genéricos (Escola A, Aluno 1, etc.)

Datas importantes (deadlines)

10 de maio de 2018: 15 de maio de 2018 (Chamada FINAL – Última extensão de prazo limite para submissão – PRAZO ESTENDIDO)

Até o dia 27 de maio de 2018: Notificação dos autores

28 a 31 de Maio de 2018: Data limite para envio da versão final

07 de junho de 2018: Sessões de apresentação dos artigos aceitos

Comitê Organizador:

Prof. Aladir Ferreira da Silva Júnior (aladir@gmail.com) – Instituto Federal de Goiás (IFG)

Prof. Danillo Vaz Borges de Assis (danillo.assis@gmail.com) – Instituto Federal de Goiás (IFG)

Prof. Gustavo de Assis Costa (gacosta@gmail.com) – Instituto Federal de Goiás (IFG)

Prof. Leizer Fernandes Moraes (leizer22@gmail.com) – Instituto Federal de Goiás (IFG)